Ashampoo Spectre Meltdown CPU Checker

Ashampoo Spectre Meltdown CPU Checker é uma ferramenta que diagnostica o nível de vulnerabilidade que está exposto o seu PC e diz o que fazer se foi afetado

8/10 (2 Votos)

Finalizando o 2017 e no início de 2018 o mundo ficou apavorado novamente, graças basicamente ao sensacionalismo da imprensa, com duas novas ameaças cibernéticas: Meltdown e Spectre. As duas vulnerabilidades foram detectadas em todos os processadores Intel fabricados desde 1995 (exceto Itanium e Atom antes de 2013) enquanto uma só delas, Spectre, afeta todos os processadores do planeta, incluídos aqueles fabricados pela arquitetura AMD ou ARM que são equipados os dispositivos móveis, tablets, SmartTVs ou servidores.

Então, para avaliar o nível da ameaça, diferentes desenvolvedores como o Google ou a Microsoft lançaram suas próprias ferramentas para diagnosticar e corrigir o sistema operacional. Temos que dizer que mesmo tratando-se de um erro de hardware (não no design, mas sim um bug de uma rotina de cálculo) pode ser solucionado com as atualizações precisas nos pontos chaves do sistema (mas no momento ninguém garante que sua máquina não perca desempenho).

O fato é que Ashampoo lançou sua própria ferramenta de detecção: Ashampoo Spectre Meltdown CPU Checker. É um app simples, é só baixar, e mesmo sem instalação faz uma varredura em seu PC para descobrir quais sãos os riscos que você está exposto.

O que fazer caso meu sistema foi afetado por Meltdown e Spectre?

Como a Intel é o principal fabricante do mundo de semicondutores, e seus chips estão presentes não apenas no PC Windows e Linux, mas também no Mac, é fácil que ambos bugs afetem você. Mas sendo afetado apenas por Spectre porque seu computador é um AMD, é aconselhável seguir as seguintes recomendações que vão ligar este CPU Checker:

  • Mantenha a calma: não se deixe levar pelas notícias alarmantes.
  • Instale as últimas atualizações do Windows. Se você as desativou ative-os novamente no Windows Update no Painel de Controle.
  • Atualize seus navegadores.
  • Atualize a BIOS: alguns fabricantes estão oferecendo partches. Procure o seu e verifique se você tem uma atualização.
  • Atualize o controlador de seu cartão gráfico.
  • Siga nossas recomendações: navegue em site seguros e não abra anexos do e-mail.
  • Dê uma checada nos sites e boletins informativos de pessoas ou empresas com autoridade sobre o assunto: tudo o que é viral no Facebook ou WhatsApp também não é confiável, assim como dados da imprensa em geral.
Requisitos e informação adicional:
  • Requer como mínimo o sistema operacional: Windows 7.
ashampoo GmbH & Co. KG
Há três meses
Há três meses
749 KB

Gostamos de ouvir o que você tem a dizer. Por favor, deixe seu comentário.

Desconectado

Desconectado