Signal ou WhatsApp: comparação, diferenças e qual deles é melhor

O Signal se apresenta como uma alternativa segura e privada ao WhatsApp. Mas está o primeiro à altura do segundo? A privacidade e a segurança são desvantagens para ser um mensageiro completo? Ao longo de todo essa análise, descobriremos quais são as semelhanças e as diferenças entre o Signal e o WhatsApp.

Signal e WhatsApp: quais são as semelhanças

As semelhanças entre ambos aplicativos são surpreendentes. Podemos dizer que o Signal conseguiu imitar a simplicidade do WhatsApp, focando na comunicação entre usuários. Ambos perseguem o mesmo objetivo: ajudar você a se conectar com outras pessoas.

Interface

Interface do Signal e WhatsAppInterface do Signal e WhatsApp

Começamos a comparação focando na interface. No Android, ambos seguem padrões marcados pelo Google e usam elementos como os botões de função, localizados no canto inferior direito. A tela principal de um e do outro não é mais do que uma lista simples de conversas. Aqui também é possível acessar os chats arquivados. É importante ressaltar que ambos aplicativos têm um motor de busca localizado no mesmo lugar.

Funções e formatos compatíveis

Funções em ambos aplicativosFunções em ambos aplicativos

A interface continua sendo muito parecida nos chats, da mesma forma que as funções incluídas. Também destaca, as semelhanças na hora de localizar os diferentes atalhos. Acima, você encontrará as chamadas e videochamadas. Abaixo, um campo de texto para digitar suas mensagens e os botões correspondentes para anexar outro tipo de conteúdo. Também dispõem de autodestruição de mensagens, opção disponível nas opções do chat.

Formatos suportadosFormatos suportados

Tanto o Signal quanto o WhatsApp suportam os mesmos formatos. É possível enviar, além de textos simples, fotos, vídeos, GIFs, arquivos, contatos e a localização. A única opção que não está disponível no Signal é Room, as salas de bate-papo do Facebook Messenger que, algum tempo, estão integradas ao WhatsApp.

Painel de configurações

Semelhanças no painel de configuraçõesSemelhanças no painel de configurações

Embora não tenham exatamente a mesma distribuição, no painel de configurações de ambos aplicativos encontramos opções semelhantes. Existem seções específicas para lidar com as notificações, opções para personalizar os chats e uma seção ao uso de armazenamento. Inclusive você encontrará um atalho para as respectivas páginas de suporte.

Segurança

Criptografia de ponta a pontaCriptografia de ponta a ponta

Até aqui, é provável que você teve alguma dificuldade em achar alguma diferença entre ambos aplicativos. Mas se focarmos na segurança, o Signal e o WhatsApp são duas gotas d’água. Os dois usam um sistema de criptografia de ponta a ponta. Portanto, todo o conteúdo que você compartilhar estará protegido durante o processo de envio e recepção. Se você deseja ver o código da criptografia usado para bater papo com outro usuário, você poderá fazê-lo nas informações do chat. Como verá, a tela onde aparece essa informação é praticamente a mesma nos dois aplicativos.

Todas essas semelhanças entre o Signal e o WhatsApp mostram que o primeiro é uma alternativa perfeitamente válida para o segundo. Ambos oferecem as mesmas opções, em uma interface muito semelhante. Porém, nem em tudo são parecidos.

Signal e WhatsApp: em que diferem

Deixando de lado algumas pequenas diferenças, o Signal e o WhatsApp se diferenciam, principalmente, por algo que não é visto a olho nu.

Privacidade

A característica que distancia o Signal do WhatsApp é a privacidade que oferece. Já discutimos que ambos oferecem um excelente grau de segurança. Porém, criptografar as mensagens e outros conteúdos de ponta a ponta não é suficiente. O WhatsApp rastreia muito de seus movimentos e conhece sua posição, os seus contatos, em quais grupos você faz parte, qual é o uso que faz com o app e muitos outros detalhes. Tais informações são valiosas para o Facebook, a companhia matriz do WhatsApp, que a usa para segmentar ao máximo a publicidade no resto de seus serviços. Simplificando-o ao máximo, podemos dizer que o WhatsApp sabe tudo da gente, exceto o conteúdo de nossas mensagens.

O Signal, por sua vez, pertence a uma fundação sem fins lucrativos. Por isso, não tem a necessidade de monitorar toda sua atividade. Afinal, seu objetivo não é tirar proveito econômico de sua plataforma de mensagens, mas sim oferecer uma alternativa realmente privada. De fato, as semelhanças entre ambos aplicativos mostram que é possível oferecer uma longa lista de funções sem a necessidade de comprometer a privacidade dos usuários. Na realidade, a privacidade é a maior diferença entre ambos aplicativos.

Algumas diferenças insignificantes

Doações no Signal e status no WhatsAppDoações no Signal e status no WhatsApp

Entre o Signal e o WhatsApp também existem pequenas diferenças quase insignificantes. Por exemplo, o WhatsApp permite criar status, montagens audiovisuais que somem em 24 horas. O Signal não oferece essa possibilidade. Por outro lado, o Signal aceita doações dos usuários. Assim, eles podem custear as despesas decorrentes da manutenção do serviço. Também existem diferenças no limite de usuários por grupo, sendo de 1000 usuários no Signal e 256 no WhatsApp. E por último, o Signal permite aos seus usuários trocar arquivos e mensagens entre eles, função que não está disponível no concorrente. É claro que essas diferenças são muito pequenas e não dissipam a sensação que estamos diante de dois aplicativos praticamente iguais.

Signal e WhatsApp: qual é o melhor

Se a gente focar estritamente nas funções disponíveis, não podemos dar a vitória para nenhum dos dois. Mas a maior diferença no quesito privacidade coloca o Signal como o aplicativo vencedor. No final de contas, tem todas as características do WhatsApp e com um plus de privacidade importante ao mesmo tempo. Portanto, se você se preocupa por esse assunto e gosta tudo o que você já pode fazer no WhatsApp, o Signal é um aplicativo ideal para você. Mas, claro, deverá antes convencer o resto de seus contatos migrar para ele.