Como espionar conversas do WhatsApp: mitos e realidades

Na atualidade não é possível espionar as conversas do WhatsApp facilmente. O app usa a criptografia de ponta a ponta, o que garante que apenas você e o destinatário possam ler as mensagens. Nem mesmo o WhatsApp pode fazer isso. Todas as mensagens são criptografadas e apenas você o destinatário têm as chaves para ver o conteúdo. Além disso, cada mensagem tem uma criptografia única com uma chave única. Tudo acontece de forma automática e é uma função que não pode ser desativada. Não é incomum encontrar programas, aplicativos ou sites que prometem acessar a conta de outra pessoa e ler todas suas mensagens, mas são 99,9% falsos.

Isso não significa que no passado e até hoje existem formas de bisbilhotar conversas no WhatsApp. Sus conversas são invioláveis, é subentendido.

Espiar conversas do WhatsApp com o WhatsApp Web

O WhatsApp web é a forma mais simples de bisbilhotar conversas em alguns casos. O mais comum é deixar nosso login aberto em um PC desbloqueado, qualquer pessoa que estiver por perto pode ver nossas conversas e enviar mensagens.

Uma outra possibilidade é que o dispositivo da pessoa esteja por perto e possa ser acessado. Além da olhar obviamente as conversas no app, existe uma forma de espiar as conversas com um relativo sigilo.

Abra o Google Chrome e visite o site oficial do WhatsApp Messenger. Uma vez dentro, clique o ícone dos três pontos verticais que tem no canto superior direito, aqueles que dão acesso ao menu de opções do navegador.

Visite o site do WhatsApp com Chrome para AndroidVisite o site do WhatsApp com Chrome para Android

Selecione Desktop Site para ver a versão web.

Abra as opções do Chrome escolha ver a versão webAbra as opções do Chrome escolha ver a versão web

No canto superior esquerdo, clique em WhatsApp Web.

Selecione a opção WhatsApp WebSelecione a opção WhatsApp Web

Pegue o telefone da vítima, vá até Settings e selecione WhatsApp Web.

Procure o WhatsApp Web no WhatsApp da vítimaProcure o WhatsApp Web no WhatsApp da vítima

Escaneie com seu celular o código QR visível na tela do seu.

Escaneie o código QR da web com o telefone da vítimaEscaneie o código QR da web com o telefone da vítima

Após alguns segundos o WhatsApp Web do seu celular terá sido ativado com a conta do WhatsApp da pessoa que você quer espiar, e poderá ver todas as conversas. Problemas com esse método? Só serve para espiar, no momento em que escrever algo será descoberto, e se a vítima está usando a versão web ou o cliente do Windows poderia receber a mensagem que o app foi aberto em um outro dispositivo e levantar igualmente todas as suas suspeitas. Também não é de surpreender a gente que o WhatsApp atue rapidamente para mudar esse comportamento.

Espiar conversas do WhatsApp com backups

Um dos métodos historicamente usados para acessar as conversas de outras pessoas do WhatsApp é fazê-lo via backups. Alguém com acesso à cópia de segurança é capaz de restaurá-la com a ajuda de algumas ferramentas.

Com o tempo a integridade dos backups tem melhorado muito, mas ainda é possível que alguém espione nossas conversas se tiverem acesso ao dispositivo (WhatsApp salva um backup diário das mensagens de forma local acessível através de um explorador de arquivos), n conta do Google Drive usada para armazenar backups na nuvem ou um cartão SD onde podemos ter feito uma cópia manual. É uma opção remota para a qual é necessário ter bons conhecimentos técnicos em informática ou software forense avançado, mas existe e não é necessário descartá-la.

Dentro da segurança dos computadores existem empresas voltadas no desenvolvendo e venda de software de spyware ou software forense. São empresas que oferecem todo tipo de soluções sempre e quando esses serviços possam ser pagos, algo que normalmente está disponível apenas para governos e suas correspondentes agencias de segurança: existe um mercado negro para espionar as comunicações que logicamente não são anunciadas nos anúncios do supermercado. Essas empresas são capazes de extrair informações de qualquer lugar ou criar e inserir malwares no dispositivo da vítima que podem assumir o controle total, incluindo o acesso às mensagens do WhatsApp.

Outro software para espiar WhatsApp

Às vezes nem tudo é tão sofisticado. Também existem empresas que oferecem igualmente serviços de monitoramento de comunicações para o âmbito doméstico mais próximo. O mSpy por exemplo é um software voltado para controlar o que fazem as crianças ou os funcionários de uma empresa, mas ainda é possível usá-lo para espionar o WhatsApp de qualquer pessoa se você tiver acesso ao seu dispositivo.

Antes do WhatsApp se tornar popular e o Facebook comprasse a empresa, existiam métodos muito simples para espionar. Nos seus primórdios, lá no 2009, era um aplicativo voltado para comunicar aos seus contatos que você fazia naquele momento pelos status. Assim você informava se estava disponível para atender uma ligação ou um SMS, mas você não enviava mensagens no próprio app como é feito hoje em dia. A segurança não era um tema prioritário nem uma preocupação em um aplicativo desse tipo.

Assim que chegaram as mensagens instantâneas nasceu o interesse por espiar as conversas. Um dos primeiros métodos em aparecer consistia em instalar o app WhatsApp Sniffer. Era necessário ter em nosso telefone as permissões de root e estar conectado na mesma rede Wi-Fi que a pessoa que queríamos espiar (alguma rede com uma segurança frágil), por exemplo em um local público como uma cafeteria. Uma vez em funcionamento era possível ver todas as mensagens que enviavam os telefones conectados na mesma rede Wi-Fi, embora parecessem todos misturados: não era tão simples como entrar em uma conversa e lê-la, sua utilidade real era bastante limitada, pois em poucos minutos você acabava vendo um grande número de mensagens de todas as pessoas que estavam conectadas na cafeteria sem saber quem falava com quem.

Como verificar a privacidade de suas mensagens do WhatsApp?

Se a criptografia de ponta a ponta do WhatsApp gera dúvidas, sempre você pode checar seu funcionamento. Vá até uma janela de bate-papo de algum contato e clique no canto superior o nome desse contato.

Clique o nome do contato em uma janela do chatClique o nome do contato em uma janela do chat

Poderá acessar diferentes seções, entre eles Criptografia.

Ir até CriptografiaIr até Criptografia

Lá você pode obter um código QR que você pode escanear com o telefone do seu contato ou ao contrário, para verificar que a criptografia funciona corretamente. Também você pode comparar o código de 60 caracteres logo abaixo com o que aparece no telefone do seu contato.

Código QR e numérico de criptografiaCódigo QR e numérico de criptografia

Espionar conversas do WhatsApp é um tema central no crescente problema da privacidade das comunicações na Internet. Países como os Estados Unidos ou a Inglaterra reclamam há muitos anos aos desenvolvedores dos mensageiros senhas que lhes permitam pular a criptografia e ler as mensagens de pessoas envolvidas em casos graves de violação de leis, e não descartar que no futuro se vejam obrigadas a ceder a tais reinvindicações. No momento como você viu, espiar conversas do WhatsApp é praticamente impossível, a menos que você seja um engenheiro especializado em informática de segurança e criptografia ou um cara ’espertinho’ por não dizer outra coisa.

E mais dois detalhes:

  • O fato de não conseguir bisbilhotar as conversas não significa que não haja outros dados públicos que digam coisas sobre você. Qualquer pessoa pode saber quando está online e os horários de conexão se adicionar seu número à sua agenda e monitorar sua janela de bate-papo com você.
  • Espionar conversas privadas é um delito: fazer qualquer uma dessas ações para espionar qualquer conversa privada de outra pessoa é ilegal. É um crime de descoberta e divulgação de segredos do artigo 197 do Código Penal, punível com até 4 anos de prisão. Portanto, pense muito bem do que vai fazer antes de agir.