Para que serve o Word

É uma ferramenta integrada dentro do pacote Office da Microsoft desde 1997, e sua função é o processamento de textos. Serve, portanto, para escrever textos com qualquer finalidade: acadêmica, profissional, criativa…

Tem um paquete completo de ferramentas que permite aplicar e modificar o formato de um texto. Elas permitem modificar desde o tipo ou tamanho da fonte até no layout da página, passando pela inclusão de elementos gráficos como imagens ou tabelas. Permite adicionar arquivos multimídia de vídeo e som, mas não é muito útil se a finalidade do documento é ser impresso.

Dispõe de um formato de arquivo nativo, DOC, que é fechado. Tornou-se mais que em um padrão graças à ampla difusão do programa, permitindo que praticamente qualquer aplicação cuja finalidade seja ler ou editar textos seja compatível com ele. No entanto, também é possível salvar os trabalhos em outros formatos como RTF, XPS ou XML, além de uma ferramenta para exportá-los no formato PDF.

Sua origem começou em 1983, e foi desenvolvido pelos mesmos programadores que desenvolveram Xerox bravo, o primeiro processador de textos que operava sob o paradigma WYSIWYG (o que você vê é o que você tem, e o que consegue). Primeiro apareceu para o sistema operacional MS-DOS, e não foi até 1989 quando o Windows teve sua própria versão beta, que apareceu como estável com o Windows 3.0 em 1990. Desde então tem evoluído muito até tornar-se no processador de textos mais popular e utilizado do mundo.