Como remover unidades virtuais no Windows 10

As unidades virtuais são utilizadas, com frequência, com o objetivo de montar um arquivo de imagem evitando, assim, a necessidade de gravá-lo em um CD ou DVD. Os arquivos de imagem são similares às pastas compactadas e hospedam em seu interior uma estrutura de pastas e arquivos necessários para instalar um software. Normalmente são representados pelas extensões BIN, IMG, ISO ou CCD.

Embora seja necessário utilizar um software específico para criar unidades virtuais, sua desinstalação pode ser feita no próprio sistema operacional. É possível que você tenha instalado uma unidade virtual para um propósito específico e agora não precise mais dela. Veja como removê-la de vez do seu PC.

Primeiro passo, abra o gerenciador de dispositivos do Windows 10. Para isso, clique na tecla do Windows e escreva Device Manager. Se o resultado for o mesmo que achar na imagem, clique sobre o primeiro elemento da lista.

Encontre o gerenciador de dispositivosEncontre o gerenciador de dispositivos

Na hora abrirá ante uma janela com uma lista completa com todos os dispositivos conectados ao seu computador. Localize, então, a seção DVD/CD-ROM drives. Clique na seta para abrir.

Veja a lista de unidades de CD conectadasVeja a lista de unidades de CD conectadas

Os dispositivos mostrados na lista são todos aqueles que o Windows 10 detecta que foram conectados fisicamente. Como é óbvio, as unidades virtuais emulam justamente isso e, por isso, também são incluídas na lista. Na seguinte captura, você verá que tem duas unidades virtuais conectadas ao computador.

Lista de unidadesLista de unidades

Para removê-la, clique no botão direito sobre elas e, em seguida, escolha a opção Uninstall.

Desinstale o dispositivoDesinstale o dispositivo

Nesse momento, a unidade terá sumido. Tenha muito cuidado em não desinstalar uma unidade real. Isso poderia provocar você perder o acesso a ela e precise instalá-la novamente no seu PC.