DirectX 10

DirectX 10 é a versão da biblioteca de APIs da Microsoft voltada especialmente no desenvolvimento dos videogames lançados para o Windows Vista em 2006

9/10 (4 Votos)

O Windows 95 supus a mudança de paradigma em muitas coisas para os sistemas operacionais da Microsoft, começando na mudança do tradicional console de comandos de MS-DOS (embora tinha acesso a ela) através de uma interface gráfica que aproximava mais o povo aos computadores (interface que já tinha OS/2 ou os Mac) Uma dessas mudanças afetou a forma de entender o ambiente de multimídia do PC, que ficou mais profissional em todos os aspectos.

E para potenciá-lo a Microsoft decidiu lançar o DirectX, uma coletânea de APIs que tinham como objetivo facilitar a tarefa dos programadores em volta de tudo isso, especialmente em vídeo e videogames.

Quais são as API de DirectX?

Consta da seguinte coletânea da API para desenvolvedores:

  • Direct3D para o processamento w programação de gráficos em 3D.
  • Direct Graphics para desenhar imagens em duas dimensões e representar imagens em 3D.
  • DirectInput para processar dados do teclado, mouse e outros controladores e periféricos para videogames como joysticks ou gamepads.
  • DirectPlay para comunicação na rede.
  • DirectSound para a reprodução e gravação de sons.
  • DirectMusic para a reprodução da música.
  • DirectShow para reproduzir com transparência da rede, som e vídeo.
  • DirectSetup para facilitar a instalação de componentes e elementos de DirectX.
  • DirectCompute, é uma linguagem e biblioteca de instruções para controlar todos os detalhes do processamento especialmente desenhado para processadores de núcleos massivos.

Em 2006 e para o Windows Vista, embora também mais tarde foi adotado pelo Windows 7, foi lançado o DirectX 10. Corrigindo limitações e uma que outra falha presente na versão anterior, DirectX 9, como os problemas de desempenho que causavam alguns processos que criavam gargalhos no procesamento de dados, além de contar com características que foram inseridos na nova versão:

  • Chamadas à API mais eficientes e com menos frequência para acelerar a carga da CPU no aspecto gráfico.
  • Shader Model 4.0: aumenta o número de limite de registros, processar targets, bytes no vertex buffer, permitindo desde qualquer tipo de shader o acesso para texturas sem nenhum tipo de restrição.
  • Geometry Shader: criação de formas geométricas de forma processual e em tempo real.

Esta nova versão trouxe uma mudança substancial na forma de como eram vistos os novos videogames, embora ficou obviamente defasada com a chegada em 2009 de DirectX 11 e, claro, DirectX 12 em 2015 para Xbox One e o Windows 10.

Microsoft
Há mais de um ano
Este ano
107,4 MB

Gostamos de ouvir o que você tem a dizer. Por favor, deixe seu comentário.

Desconectado

Desconectado